2015, pode ser um ano sombrio para o Brasil pode vir a CPI do BNDES


"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons. " Martin Luther King








O Procurador Goiano Helio Telho Corrêa Filho desabafa durante a entrevista ao Jornal Opção: “Não estamos dando conta de defender a República dos ratos que estão corroendo suas estruturas”











Caros amigos e inimigos leitores,




O ano que vem, pode ser sombrio e bem duro ao Brasil. Tudo porque nos bastidores do Congresso Nacional não se fala em outra coisa a não ser na CPI do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). 
Segundo o procurador mais temido de Goiás, Helio Telho Corrêa Filho (clique no nome do procurador para ler a entrevista), em entrevista ao jornal Opção informa que uma CPI do BNDES apontará rombo bem maior do que a Petrobras.
O que eu questiono é qual é o tamanho do escândalo e qual serão as proporções de abrir a "Caixa Preta" do BNDES? Outra pergunta que não quer calar, é se houve Corrupção dentro do Banco e se houve, é possivel que seja maior que o da Petrobras?
Pergunto porque uma coisa é suspeitar e afirmar que houve tudo isso sem provas, não é possível e não irei jamais acusar sem provas.
O procurador goiano levantou uma questão importante:"Quanto dinheiro público entrou e saiu do banco?" Além desta pertinente questão, eu coloco por minha conta: " De que maneira e de forma foram feitos os empréstimos?" Como dizia minha saudosa avó: "Perguntar é lícito, responder é gentileza". Questiono também a maneira como foi feito o empréstimo a Cuba por conta do Porto de Mariel, seria bom ver qual seria a resposta.
Mas para se chegar ao ponto de um procurador e políticos - mesmo sendo da oposição -  de pedirem uma CPI para investigar o BNDES, é porque existe alguma suspeita fundamentada. 
Investigar significa ver se realmente a suspeita é procedente ou não, e se a suspeita se concretiza as investigações prosseguem e os acusados responderão por isso (será que no Brasil de fato acontece isso?), caso se comprove a inocência das pessoas, e que procedimentos foram regulares, encerrasse o caso.
A alternativa para saber do caso BNDES é esperar 2015 e o fim do recesso parlamentar para que as investigações e a CPI comecem! 






Blog Opinião do Franco Barni, há um ano conquistando leitores no Brasil e no mundo!





*Franco Barni (MTB 29.942)



*Franco é jornalista há 19 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreve no Jornal de Lins,  colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social.



© 2014 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva







Nenhum comentário :